Um saltinho ao Caramulo

Sair “para fora, cá dentro” é um hábito que temos cá por casa e escapadinhas comemorativas são para aproveitar. Aparentemente, estávamos sem planos, pensava eu, mas havia um passeio até à montanha, pois claro.
Como assim, ainda não conhecia o Caramulo?


Despertar acima das nuvens com vista para a serra da estrela. Inexplicável. Não sei se é de mim, mas fico encantada com estes pequenos grandes momentos. #luckygirl

Aniversário de casamento, combina com treino a dois e havia trilhos para conhecer. 


A rota dos Caleiros (PR4 c/ dificuldade média) leva-nos até ao Caramulinho, o ponto mais alto da Serra, a 1070 metros de altitude. 

Do cume, a vista era desafogada e quente. 

De trilhos mais simples aos mais técnicos, bons para quem se inicia na modalidade, passámos pelo interior de aldeias tipicamente serranas, vimos vaquinhas a pastar e seguimos pela montanha rochosa.
Um percurso circular de 9km, com um sobe e desce “descontraído”, 500 metros de desnível acumulado e 1 hora de treino feita! 


Em termos gastronómicos, não tive grandes experiências experiências na zona, mas uma paragem em Coimbra compensou muito para conhecer mais um restaurante vegetariano da minha lista, a “Cozinha Consciente”! <3

 

Say Something