Triangle Adventure 1ª etapa _ Ai, o Pico!

No fim de semana em que o mundo do trail estava de olhos postos em Chamonix a seguir as aventuras das maiores estrelas da modalidade, e que bem que estiveram os nossos atletas (ver aquela bandeira a chegar à meta é sempre uma grande alegria), eu continuei na luta para o meu objectivo. Aquilo que é penauts para uns é o desafio de outros! Espero um dia poder passar por uma experiência no UTMB, mas até lá, “pernas para que te quero”. 

Pois é. O Trail da Vinha à montanha, o primeiro desafio do Triangle Adventure é aquele que mais me preocupa. A verdade é que é uma prova com tudo novo! O facto de ser uma prova feita por etapas, com diferentes perfis, que obrigam a deslocações entre elas. Até mesmo a prova no Faial, onde já corri duas vezes, faz-se no sentido inverso! 

fonte: http://radiopico.com/?n=ilha&menu=ilha&pagina_estatica=3
fonte: http://radiopico.com/


O meu objectivo passa por terminar as 3 provas no tempo regulamentar. Não tenho expectativa de tempos, à excepção do tempo limite, já que nunca fiz 3 distâncias destas, em dias seguidos. Por norma faço contas a 10 km por hora mais 1h15 aproximadamente para cada 1000 D+, para tentar ter uma noção de quanto tempo posso demorar e que comida e hidratação preciso levar comigo. Claro que pode variar, e varia, conforme a altimetria está distribuída pela prova, conforme a meteorologia, conforme trilhos mais e menos técnicos, e eu claro. Seja em termos de preparação para a prova e disposição durante a prova.
Nas últimas provas, por exemplo, fiz em 8 horas os 50km do Piodão, com 2800 D+. No Trail Noturno da Lagoa de Óbidos foram 6h, 42km com 1500 D+.

Na prova do Pico serão 30km com 2330 D+, sendo que apenas terei 120 D-, durante todo o percurso. Nem sempre as descidas representam descanso ou descompressão, mas o facto da prova ser sempre a subir, será o meu maior desafio, por isso não consigo estimar um tempo para a esta prova. Só quero mesmo chegar lá!

“Com calma” é como me dizem! Sim, será certamente, terei no entanto de me esforçar bastante até à Casa da Montanha, o km 25, para depois conseguir ter tempo para chegar à meta, mais 5 km sensivelmente com 1000 D+, dentro das 6h30, tempo limite. A partida será às 9h.

O Pico visto do Faial, na prova Trail da Ilha Azul, 70km

E o calçado! Ainda não decidi que ténis levar. Parte da prova será em estrada, mas a partir da casa da montanha maior aderência ao terreno dará jeito… dicas por aí?!

Se também queres participar nesta aventura, aproveita para te inscreveres aqui! Se não quiseres fazer as 3 etapas podes escolher participar em apenas uma delas. Vamos, lá!;) 

2 Comments

  • João Pires

    Olá, vamos-nos encontrar na prova 🙂

    Relativamente aos ténis, aconselho os mais aderentes e resistentes que tiveres, pois além da prova, ainda temos a descida (a não ser que as condições não nos permitem subir, como no primeiro ano), que não tem que tirar uma hora (pelo menos).
    Eu pessoalmente vou usar os meus Berg Jaguar. Usei no mês passado para subir o Pico e portaram-se lindamente.

    Não sou expert nenhum, mas aquela pedra nuns ténis mais macios vai fazer mossa.

    Bons treinos

Say Something