rumo à meta

Corro e sinto-me viva, uma sortuda. Como é que um movimento tão simples pode trazer tanto prazer que não é fácil de explicar por palavras. Abrandei o ritmo dos treinos por um tempo. Sim, descanso também faz parte da corrida. Depois há que saber gerir aquele momento em que decides dar um passo em frente ou deixar que a inércia tome conta de ti. Eu, optei por voltar há umas semanas ao meu ritmo. Aquela sensação boa de um corpo que corre e pulsa energia. Aquela sensação boa das endorfinas que te fazem querer mais.

Fora todos os motivos científicos, provados e por provar, sobre os benefícios da corrida no cérebro é para mim fácil reflectir, mesmo enquanto corro, sobre a máquina incrível que somos. Como é que não precisamos de nada. Não precisamos de pensar em nada. Ir. O Ser, faz o resto. E isso, é simplesmente mágico.

Percebi em miúda que a corrida faz parte de mim. Sentia um prazer imenso em correr e nunca soube explicar porquê. Mas a vida deu as suas voltas e, como nesses tempos também hoje, outros afazeres, deveres, abrandam o ritmo, redefinem objectivos, e quando dou por mim faço menos daquilo que mais gosto. Quem, não?

E haverá algo mais simples, que possamos fazer pela nossa saúde, do que colocar uns ténis e arrancar. Eu arranquei. E nessa altura defini o objectivo do ano. Com o passar do tempo, a adrenalina de correr, de conhecer novos trilhos, de desafiar aqueles que acho serem os meus limites, não esmorece. Mas a pouca experiência que tenho trouxe-me alguma ponderação. Não que não me apeteça participar em mil e uma provas, mas aprendi que é importante doseá-las e treinar com qualidade para os desafios que quero superar. Adiei o desafio de 2017 para 2018, por acreditar que seria a melhor opção. Este ano, surgiu um bom desafio que decidi abraçar com força e estarei a treinar nos próximos tempos para ultrapassar os 100km numa prova de Trail.

“Decisão ponderada” digo e perguntarão vocês. Sim, é uma decisão ponderada, avaliada, discutida. Tendo em conta o meu histórico e perfil não é impossível, mas há muito trabalho pela frente. Quem está comigo?

Em breve, conto tudo sobre esta nova aventura, como serão os meus treinos e cuidados rumo à meta.

2 Comments

Say Something