Azores Trail Run_ Fui ao Faial e voltei mais rica!

O dia de viajar tinha chegado quando o dia anterior não chegou a terminar! Para preparar tudo para a viagem, como sempre faço a mala em cima da hora, e com a adrenalina do que estava para vir não preguei olho… Ia correr a minha primeira Ultra-Maratona no Faial, Açores!
No aeroporto era fácil identificar os trailrunners, no avião a energia era geral – “vamos correr”!
Os zunzuns confirmavam que a expectativa era comum, esta prova é especial!

17922763_bsJIN
http://www.azorestrailrun.com/2015/pt/


Pisámos o Faial, fomos recebidos pela simpática organização do Azores Trail Run, seguimos para Horta e de repente já estava a contemplar a marina da cidade e a ilha do Pico, ali mesmo ao lado!
Para este dia a organização tinha preparado 2 momentos. A plantação de árvores no âmbito do projeto “Pegada 0 – SOS Laurissilva dos Açores” e o Festival internacional de cinema “Trails in Motion 3”.

Fomos aos Açores plantar uma árvore!! A pegada zero pretende minimizar o impacto do ozono criado pelas viagens necessárias para levar os atletas até aos locais da prova.
Foi no miradouro da ribeirinha que deixámos as nossas árvores e ainda tivemos oportunidade de conhecer mais da cultura e gastronomia do Faial!!pegada zero

ribeirinha 2

As horas passavam e só tinha dormido 2h, e mal, no avião, mas resistia! Jantámos num local amoroso junto à praia do Pim enquanto a noite se punha e seguimos para o outro momento do programa – Trail in motion 3!
Fomos aos Açores para ver uma sessão de cinema especial! Naquela sala linda do teatro do Faialense, passaram vários vídeos sobre Trail, atletas de alto nível que desafiam a altitude e a distância e que nos deram um boost extra para que no sábado corrêssemos com mais orgulho, mais inspirados! Comigo funcionou!

A sexta-feira, despertou cedo! Havia um treino para cumprir. No plano seria na quinta, mas para treinar também é preciso descansar!
Foi uma sensação óptima correr 1h rolante e descontraída junto à Marina, ao longo da costa da Horta, e aproveitar o dia para conhecer mais cantos da ilha!

sexta

Dorsais em nossa posse! Era sexta-feira e cada vez que me lembrava que o tempo passava, subia um calor à barriga-“é já amanhã”!
Chegavam cada vez mais atletas à ilha! Mais caras conhecidas e amigos que abraçava e que me davam sempre um incentivo extra!!! Um incentivo especial foi ter o treinador por perto :)! Os treinos regulares com acompanhamento presencial são recentes, mas sem dúvida que me deram uma confiança extra para esta prova!

Hora de pasta Party! Mais um momento de confraternização entre atletas e uma necessidade comum! Hidratos!! Sempre ouvi dizer que “massa com pão é comida de lambão!”, pois bem foi mesmo isso! Afinal vegetarianos também correm 🙂 !

Às 23h, foto da praxe com o equipamento pronto, pequeno almoço orientado, com ansiedade à mistura…consegui dormir!


Chegou O dia!!!

Eram 6h da manhã e o dia parecia solarengo.
Um abraço com poucas palavras, cada um com a sua expectativa e concentração! Independentemente de quão amadores são os atletas cada um tem o seu objetivo, e vive o momento que antecede uma prova à sua maneira, com alguma introspecção à mistura! Por brincadeira que seja, desafiamo-nos física e psicologicamente, desfiamos as montanhas, os trilhos, a mãe natureza. É isso é único seja para quem for!

Gosto de bons pequenos almoços, mas com algumas limitações que não posso ter cerca de 48h antes da prova! Tenho comer mais hidratos e açúcar que o normal e principalmente para esta distância tinha mesmo de ser! Este é um factor que me deixa ansiosa porque receio sempre o impacto deste açucar extra no meu organismo! Comecei a introduzir alguns hidratos e açúcar desde segunda feira antecedente! Apostei principalmente no feijão, batata doce, banana… Acredito que tenha ajudado!
Como íamos para a partida de autocarro, precisei de comer antes de sair e 1h antes da prova.
Mais amigos, mais abraços, mais recomendações e lá estava eu com o meu marido na partida e com mestre a dar o último incentivo “vais ficar surpreendida contigo, vai com calma, come e hidrata-te! Encontramo-nos aos 27k”!

BeFunky Collage

Quando dei conta já estávamos a correr….estava a viver um sonho!

12
Fico normalmente emocionada em cada partida e chegada! E foi uma emoção continua! Dei conta que maior parte das fotos que o meu marido tirou eu estava de braços abertos, estava agradecida! Lembro-me de correr de braços abertos, bem disse que ia abraçar esta ilha com todas as minhas energias! O Faial é lindo!

11329679_10205796400620946_273477455_n (1)
Dificuldades? Encontrei! Sentia-me bem, e aos 21 e estava perto da minha barreira mental! Até à data só tinha corrido 25,5km e depois disso faltava praticamente outra metade!!!
A paisagem abstraia algum cansaço acumulado das 4 horas de prova e subidas até a este km, cerca de 1000m D+!  Chagámos à caldeira!!! Parecemos formigas perante a cratera de um extinto vulcão, com cerca de 2000 metros de diâmetro, 400 metros de profundidade e sete quilómetros de perímetro!!!

DCIM107GOPRO

Foi dos 22km aos 27km que a caldeira me desafiou! O terreno era muito técnico com tufos de erva e lama! A opção era enterrar os pés ou pisar os tufos nada estáveis.
Fomos para esta prova com o joelho do João a recuperar de uma lesão! Não queríamos perder a oportunidade, mas não podíamos abusar das descidas e dos terrenos mais difíceis para garantir que acabávamos a prova com qualidade! Tínhamos combinado fazer esta prova juntos 🙂 !
Demorámos aproximadamente 2h para fazer 7km! Costumo dizer que há provas que vou quase de gatas, mas foi nesta que tive de gatinhar para subir um tudo me dava pela cintura!
Aos 30km, nem acreditava que já tinha feito esta distância e me estava sentir melhor que antes! Já era uma conquista!

Nesta altura o cenário mudou! O Faial é encantador! Corria numa floresta cerrada, húmida! Dava para sentir os diferentes climas, conforme a zona que percorriamos!! Nesta fase da corrida não vi vaquinhas!! O que é raro! Só faltou correrem connosco!
cenarios
A cada km esperava que a prova ficasse mais acessível, como estava previsto, mas houve uma alteração de percurso que por um lado nos levou a mais cantos das ilha, nos desafiou em altimetria! As subidas eram intermináveis!

De repente começámos a ouvir a agitação da meta! Não me iludi porque temos sempre a sensação que estamos mais perto que na realidade (no Piodão aprendi bem essa lição :)), mas sabia que estava cada vez mais perto!!! 

DCIM107GOPRO

…E de repente apertei a mão do João com todas as minhas forças e corremos juntos para a meta, corremos no solo mais recente de Portugal. A extensão da ilha que cresceu com a última erupção do vulcão dos Capelinhos! Parecia que tínhamos chegado à lua!
Foi simplesmente maravilhoso terminar esta prova!!!
Obrigada Margarida, Eduardo e Victor pela alegria com que nos receberam na meta!

As próximas imagens ditam o resto! 🙂
2
chegada
Fomos ao Faial correr uma Ultra Maratona e conseguimos!!
Enquanto trail runner, sinto-me uma privilegiada por poder correr em locais únicos!

Fomos ao Faial e regressámos mais ricos!
 Por tudo o que tivemos oportunidade de conhecer, pelos amigos que reencontrámos, pelas pessoas que conhecemos!

DCIM107GOPRO
Obrigada Faial! Obrigada Clube Independente de Atletismo Ilha Azul!
Quero MUITO voltar!

Ps.:Obrigada aos nossos familiares e amigos que acompanharam a nossa aventura à distancia!  <3
Correr Na Cidade, continuem com mais iniciativas e bons sorteios!!! OBRIGADA!!!! 🙂

4 Comments

  • Eheheeh és como eu, faço sempre a mala em cima da hora (no próprio dia mesmo) ahahah. Adooooooooro, adooooro mesmo, a tua energia 😀 Relataste tudo tão bem Geisa, foi super emocionante ler-te acredita. A fotografia da meta está espectacular também, excelente trabalho, e excelente atletas 😀 Já sabes que não tenho forças para corridas, eheheh admiro-te 😛

    #nossacampeã
    Bom fim de semana****

    • Tão bom que consegui passar um pouco do que vivi nesta aventura! A tua opinião é importante!
      Obrigada pelo carinho! <3
      Quanto à mala, até a da lua de mel foi feita horas antes do avião! Não há remédio! heheh
      beijinho

  • Inês

    Geisiii, é um orgulho enorme conhecer-te e poder aprender imensas coisas contigo! És realmente uma fonte de inspiração 🙂
    Beijinhos* continua assim

    • Inês! Fico muito feliz por podermos partilhar conhecimento! Tu também tens muita força de vontade e tens muito para ensinar! Fico muito orgulhosa das tuas conquistas! Para o que precisares estarei por perto! 🙂
      Obrigada pelas palavras querida!
      Beijinho e abraço 🙂

Say Something